domingo, 25 de outubro de 2015

Luz, Cloroplasto, Ação

Iniciamos nosso ciclo biológico graças a ela, "Luz". Responsável pela reação da fotossíntese onde energia luminosa é transformada em energia química, utilizada e importante para todos os seres vivos, direta e indiretamente, processo no qual a bilhões de anos lapidou o Planeta para os maravilhosos dias de hoje.
Para poder entender melhor temos que lembrar que a luz é fonte de energia. A luz branca, a qual chamamos, é composta por uma variação de luzes com cores diferente. Há cerca de 300 anos, o grande cientista, Isaac Newton demostrou através de um prisma a decomposição da luz branca em suas cores, o que podemos observar quando ocorre um arco íris em um dia chuvoso. Essa descoberta abriu campo para novos estudos sobre a física da luz. Albert Einstein propôs que na luz existia energia e, essa energia, foi chamada de Fótons.
E os seres vivos, o que tem a ver com isso?
Graças a energia luminosa do Sol as plantas e as algas podem absorver os fótons e transformar em compostos químicos, os carboidratos, sendo o mais importante a glicose - fonte de energia para todas as células. Dentro de cada célula fotossintética podem existir cerca de 40 a 50 cloroplasto. Os cloroplastos são organelas responsáveis pela realização da fotossíntese, reação química que transforma água, gás carbônico e luz em glicose e gás oxigênio. Eles são compostos por membranas internas e externas, contendo, também, pigmentos que absorvem a energia da luz. A clorofila é o pigmento mais importante na fotossíntese. Nas plantas terrestres a clorofila absorve, principalmente, a energia da luz no comprimento de violeta e azul refletindo a cor verde, por isso, a coloração verde das folhas.
Toda essa reação química atuou e irá atuar durante anos em nosso Planeta, realizando um equilíbrio químico e biológico com todos os seres vivos.
Luz, energia em forma visível e invisível, que, para alguns, utilizada apenas para clarear e escurecer ambientes. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário